logo

Profissionais dos Centros de Atendimento ao Turista participam de qualificação profissional no Maranhão

Profissionais dos Centros de Atendimento ao Turista participam de qualificação profissional no Maranhão

Os 36 profissionais que trabalham nos Centros de Atendimento ao Turista (CATs) estão participando de treinamentos, totalmente gratuitos, promovidos pela Secretária de Estado do Turismo (Setur). Na segunda-feira (11) foi realizado o 11º modulo da qualificação em atualizações turísticas sobre a Rota das Emoções. Os atendentes dos CATs estão tendo acesso a capacitações com carga horária de 42 horas. O objetivo é ampliar os conhecimentos dos participantes e prestar um excelente atendimento a todos que buscam informações turísticas nos balcões dos CATs.

Os cursos de atualização em Atendimento ao Turista são formados por 12 módulos em Atualização em Atendimento ao Turismo. Os módulos são: (I) Atendimento Criativo ao Turista, (II) Gastronomia Maranhense, (III) Artesanato Maranhense, (IV) Polo São Luís, (V) Polo Lençóis Maranhenses, (VI) Polo Chapada das Mesas, (VII) Polo Delta das Américas, (VIII) Polo Munim, (IX) Rota das Emoções, (X) Perfil de Turistas Nacionais e Internacionais, (XI) Polo Floresta dos Guarás e Amazônia Maranhense e (XII) Primeiros Socorros.

O último módulo, Primeiros Socorros, acontece na próxima terça-feira (19), juntamente com a premiação do edital do Programa de Reconhecimento para os Atendentes dos CATs. A entrega dos certificados aos concluintes ocorrerá no auditório do Edifício João Goulart, no Centro Histórico de São Luís.

A metodologia inclui aulas expositivas, resgatando as experiências vivenciadas pelos participantes na perspectiva da melhoria na qualidade dos serviços e produtos turísticos

O secretário de Estado do Turismo, Catulé Júnior, reforça a importância do treinamento no setor. “A qualificação é um diferencial de competitividade e proporciona os melhores resultados nas carreiras profissionais, além de contribuir para que possamos fortalecer o turismo, aperfeiçoando as políticas públicas e oferecendo um atendimento mais qualificado aos turistas”, ressaltou.

A assessora técnica da Regionalização, Karlla Santos, ministrou o curso Rota das Emoções, e reforçou pontos chaves para a prestação de um bom serviço ao público, identificando os tipos de visitantes, técnicas de atendimento, abordagem, o que deve ser avaliado e evitado, entre outros. Rota das Emoções é uma iniciativa que visa promover um percurso de cerca de 900 quilômetros de estrada que inclui atrações turísticas nos estados do Ceará, Maranhão e Piauí.

“O turismo, e sua cadeia como um todo, precisa de um bom atendimento e o 11° módulo foi importante para sanar as dúvidas que são pertinentes sobre os percursos da Rota das Emoções, com o objetivo de fornecer informações mais completas sobre as experiências de gastronomia, cultura e ecossistemas únicos nos 3 estados que compõe a Rota das Emoções. É preciso entender que os turistas precisam para então informar e encantar”, frisou.

A coordenadora dos Centros de Atendimentos aos Turistas, Fernanda Guterres comenta que é importantíssimo que os atendentes, prestadores de serviços, estagiários dos CATs estejam passando por essa atualização. “Assim, conseguiremos atender os visitantes de forma coesa e com informações atualizadas, contribuindo para melhoria da qualificação profissional no turismo”, enfatizou.

Profissionais que trabalham nos Centros de Atendimento ao Turista participam de treinamento promovido pela Setur (Foto: Divulgação)
“Para eu trabalhar no CAT, preciso estudar por conta própria e os cursos estão me proporcionando a atualização que, muitas das vezes, não conseguimos encontrar nem na internet. Os facilitadores têm muito domínio do conteúdo, que foi voltado para a nossa realidade. A minha percepção em relação ao turismo tem mudado a cada módulo que participo. A Setur está de parabéns pela iniciativa”, ressaltou a atendente do CAT Espigão (praia da Ponta d’Areia, em São Luís), Ana Carolina Utta.

Guia de turismo e atendente do CAT Aeroporto há 3 anos, Letícia Rodrigues da Silva também participa dos cursos e diz que as capacitações são essenciais para os profissionais que dão informações aos turistas. “O turista que chega querendo saber sobre a Rota das Emoções já vem com uma bagagem de informações, sabendo que ele tem que ir para Barreirinhas, Fortaleza e Delta, no entanto, nós dos CATs temos que trazer algo novo pra eles, informando o que eles devem fazer, meios de transporte que vai facilitar a chegada deles, algo que está acontecendo nas cidades, por onde eles irão passar, acrescentando informações para o visitante/turista tenha ótimas referências do nosso estado e que venham deixar boas lembranças na hora que ele quiser retornar ou nos indicar”.

FONTE: SECOM MA

Compartilhar:




Comentários:

Colunistas