logo

Programa quer tornar 5 estados do Nordeste autossuficientes na produção de milho

Programa quer tornar 5 estados do Nordeste autossuficientes na produção de milho

A iniciativa conhecida como Prospera, ajudou a elevar a produtividade das lavouras de Pernambuco de 13 para 80 sacas por hectare

Depois de beneficiar mais de mil famílias em Pernambuco, o prospera, que é um projeto que capacita pequenos agricultores, agora avança para mais quatro estados: Alagoas, Paraíba, Rio Grande do Norte e Ceará.

Desde 2017, o projeto viabiliza em Pernambuco a produção em larga escala de milho em zonas rurais. A produtividade média do grão no estado saltou de 13 para 80 sacas por hectare entre os produtores que participaram do Prospera.

Corteva anuncia acordo com a Simbiose Agro para produção de biológicos no Brasil
“O programa tem 2 objetivos bem definidos. Impactar milhares de pequenos produtores e criar um mercado de milho do semiárido nordestino”, explica Augusto Moraes, diretor de relações institucionais da Corteva Agriscience para América Latina, uma das empresas mantenedoras da iniciativa.

Segundo ele, as pesquisas iniciais do projeto indicam um potencial para plantar até 1 milhão de hectares, onde é possível obter altas produtividades para o milho nos cinco estados nordestinos onde o projeto será aplicado.

“Hoje esses estados produzem 900 mil sacas de milho e na projeção do programa a produção pode chegar a 4,7 milhões de sacas tornando essas regiões autossuficientes, já que hoje dependem de importação”, ressalta Moraes.

A meta do Prospera é atingir 50 mil pequenos produtores nos próximos cinco anos.

FONTE: CANAL RURAL

Compartilhar:




Comentários:

Colunistas