logo

Rede de Assentamentos Criativos é lançada na Paraíba

Rede de Assentamentos Criativos é lançada na Paraíba

Força de vontade, criatividade, conectividade e uma metodologia inovadora uniram dois assentamentos turísticos da Paraíba

Foi lançada na Paraíba a Rede de Assentamentos Criativos, criada pela Associação de Culturas Gerais (ACG). O objetivo do Projeto é reunir duas mulheres empreendedoras, que não se conheciam, e difundir a história das duas, primeiramente de forma online e, posteriormente, de forma presencial, para que pudessem apresentar seus saberes e fazeres, por meio de produtos e atividades turísticas, originários dos Assentamentos Tambaba, no Conde, e do Assentamento Oziel Pereira, em Remígio, que são empreendimentos criados há alguns anos pela ACG.

A metodologia foi criada em plena pandemia, de forma online, e foi escrita pela CEO, Mirian Rocha e pela presidente, Veruska Santos, ambas da ACG, que uniram o turismo de vivências e experiências com a fluxonomia 4D e suas novas economias: criativa, colaborativa, compartilhada e multivalor, e criaram uma nova metodologia chamada Fluxo Compartilhado Digital da Produção Associada ao Turismo.

Utilizando a combinação das quatro economias em fluxo, existentes na Fluxonomia 4D, a ACG iniciou o Projeto, onde as empreendedoras sociais, a doceira Nevinha Silva (Doces Tambaba) e a “loiçeira” Vania Santos (Tapera Artesanato, de Remígio) foram contatadas e, sem nem se conhecerem, sem saberem o que era economia criativa e tão pouco fluxonomia 4D e, ainda, estarem a quase 200 Km uma da outra, toparam o desafio.

Foram quatro meses de aulas, todas as quintas-feiras, quando Mirian e Veruska, por meio da plataforma Zoom, ministraram aulas online para Nevinha e Vania, ensinando-as, sobre as quatro novas economias e de que forma elas iriam aplicá-las na Rede de Assentamentos Criativos. Foi explicado que Nevinha e Vânia iriam contar a história uma da outra e, também, possibilitar a venda dos produtos, uma da outra, utilizando a Economia Compartilhada e a Economia Multimoedas, com a nova metodologia, que é um modelo de produção mais sustentável.

Como a metodologia é viva, baseada na confiança, não envolve dinheiro entre elas, além das aulas online, Nevinha vai vender as “loiças” de barro da Tapera Artesanato, lá no Assentamento Tambaba, no Shopping Rural, localizado no Conde e Vania vai vender os Doces Tambaba, lá no Assentamento Oziel Pereira, na Tapera Artesanato, em Remígio. E, assim, uma vai divulgar e indicar a outra.

As empreendedoras sociais também tiveram três meses de aulas sobre Instagram, ministradas pela Bruna Neiva, que se juntou à equipe da ACG, nesse grande projeto colaborativo. Bruna foi a responsável por criar também a marca e a campanha de postagens no Instagram que envolvem posts no feed, vídeos, stories e reels.

Uma grande novidade da campanha de divulgação no Instagram, é o envolvimento dos turistas que visitam os dois Assentamentos. Eles são convidados a participar da brincadeira e fazem reels diretamente do local, convidando outras pessoas a conhecerem o projeto in loco.

Também foi criada uma Rede de colaboradores, pessoas formadoras de opinião de todo o Brasil, que foram convidadas a somar, e a divulgar essa Rede de Assentamentos Criativos da Paraíba pelo Instagram e pelos meios de comunicação.

Embaixador da Rede de Assentamentos Criativos da Paraíba, Virgulima de Campina
E, para fortalecer ainda mais o Projeto, Mirian Rocha convidou Lima Filho e seu personagem da Economia Criativa, o Mestre de Cerimônias Virgulima de Campina, que também foi criado pela ACG para ser o embaixador da Rede Criativa de Assentamentos e, assim, ampliar o alcance da divulgação.

Dentro da metodologia, também foi previsto o encontro das duas empreendedoras, o que já aconteceu, quando confirmaram o “contrato de confiança” estabelecido na metodologia, que não envolve dinheiro, e sim as novas economias, ocasião em que foi realizada a troca dos produtos.

A metodologia Fluxo Compartilhado Digital da Produção Associada ao Turismo é viva, não tem fim, e prevê, ainda, a criação de uma rota de Assentamentos Criativos da Paraíba. Na segunda fase do Projeto, haverá a participação do grande estilista e consultor mineiro, Ronaldo Fraga, que trabalha com um olhar muito além da moda, criando produtos que promovem e valorizam a riqueza cultural brasileira, o que dará ainda mais sustentabilidade ao Projeto.

A Rede de Assentamentos criativos pretende ser uma referência nacional na metodologia Fluxo Compartilhado Digital da Produção Associada ao Turismo, servindo de inspiração para outros territórios, usufruindo das novas tecnologias, possibilitando que as próximas gerações mantenham suas tradições e seu modo de vida, sem precisar sair do seu lugar.

Siga no Instagram: @redeassentamentoscriativospb

FONTE: Alessandra Lontra

Compartilhar:




Comentários:

Colunistas